Treinamento Comunicação Eficaz

Aconteceu no Auditório Professor Bonifácio Andrada da Fupac de Leopoldina, no dia 19 de Junho de 2017, o treinamento para os acadêmicos do curso de Biomedicina, com o orientador Thiago Bessa:
– Engenheiro de alimentos
– Gestor de Produção da Pif Paf Alimentos/Leopoldina
   É com muita satisfação que, em nome dos acadêmicos do 5º período de Biomedicina da Fupac Leopoldina, gostaríamos de agradecer pelo treinamento: “Comunicação eficaz”.
Com ricos detalhes de descontração, conduziu e ministrou o treinamento, transformando nossa noite em momentos de extrema importância para o autoconhecimento de cada um, sempre interagindo e fazendo com que a comunicação e expressão sejam ferramentas de sucesso.
Foi uma grande oportunidade de crescimento, tanto no âmbito pessoal como profissional.
Muito obrigado pelo seu tempo dedicado e por seus ensinamentos! Foi espetacular!
Professora Karla Villani e Thiago Bessa

Aproveitamos o ensejo para agradecer a toda família Pif Paf por todo apoio sempre oferecido, o que muito contribui para a capacitação profissional e a interação dos nossos alunos no mercado de trabalho.
Nosso muito obrigado !!!

“Cadê a água que estava aqui ?”

Aconteceu hoje, 07 de junho de 2017, no auditório Professor Bonifácio Andrada da Fupac de Leopoldina, a palestra intitulada: “Cadê a água que estava aqui ?”, proferida pelo professor José Damato Neto, à convite do Coordenador do Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária, Israel Iasbik, em Comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente.

A palestra foi oferecida aos alunos do Curso de Engenharia, e ao final, foram plantadas pelos acadêmicos, coordenador do curso e a diretora, Gleides Góis, no campus da faculdade dez mudas da árvore Quaresmeira, doadas pelo IEF.

Coordenador Israel Iasbik
Diretora Gleides Góis
Acadêmico Taison Teodoro
Acadêmicos Luis Henrique, Maria Cristina e Verônica
Professor Fabrício e acadêmica Patrícia Campos
Acadêmica Lunara Almeida

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Agradecemos ao IEF pelas mudas, a Copasa pela doação dos brindes educativos e ao palestrante, professor José Damato, que abordou esse tema atual e indispensável para todos !

PÓS GRADUAÇÃO EM AUDITORIA, PERÍCIA CONTÁBIL E ADMINISTRATIVA

As aulas acontecerão semanalmente, aos sábados. O curso terá no mínimo 30 vagas e no máximo 60.

A Faculdade Presidente Antônio Carlos de Leopoldina realizará a partir do próximo dia 02 de setembro/2017, um curso de Especialização em Auditoria, Perícia Contábil e Administrativa, na área de Ciências Contábeis, sob a coordenação do Prof. Me. Carlos Augusto Ramos dos Reis.

Com uma carga horária de 376 horas mais o TCC/artigo científico, o término da especialização está previsto para o dia 20 de outubro de 2018.

As aulas acontecerão aos sábados das 8h00 às 12h00, equivalente a 4 horas. À tarde, das 13h00 às 17h00, equivalente a 4 horas, perfazendo 08 horas por fim de semana. De acordo com as informações o curso terá no mínimo 30 vagas e no máximo 60.

Público Alvo

O curso de Especialização em Auditoria, Perícia Contábil e Administrativa tem como público alvo profissionais da área Contábil, Administração, Economia e profissionais que se relacionam com a atividade de perícias e auditorias contábil, como advogados e engenheiros que atuam em cálculos judiciais, trabalhistas, auditorias internas de empresas e também demais profissionais habilitados e interessados em desenvolver conhecimentos nesta área do saber.

Objetivo Geral

A Especialização tem como Objetivo Geral aprofundar os conhecimentos dos profissionais da área de controladoria, auditoria e perícia em modernos conceitos de gestão.

Objetivos Específicos

Apresentar as tarefas próprias do Perito contador e capacitá-lo para cumprir e zelar por suas funções, respeitando a ética e agindo com seriedade e discrição.

• Compreender e aplicar os princípios contábeis e as normas processuais de Auditoria e Perícia.

As aulas acontecerão nas dependências da FUPAC, em Leopoldina. Maiores informações podem ser obtidas pelo telefone: (32) 3441-4293.

A Faculdade Presidente Antônio Carlos de Leopoldina, iniciou suas atividades educacionais no município com o curso de Ciências Contábeis em 1992 para atender aos anseios da comunidade leopoldinense e de toda a região. É uma das instituições de Ensino Superior mantida pela Fundação Presidente Antônio Carlos (FUPAC), entidade sem fins lucrativos, com sede e foro na cidade de Belo Horizonte – MG. Atualmente, a instituição oferece o(s) curso(s) de Biomedicina, Ciências Contábeis e Engenharia Ambiental e Sanitária. Prosseguindo em sua meta de educar e promover o homem, vem ampliando horizontes e disseminando o saber.

 

Árvores frutíferas são plantadas no Horto Florestal de Leopoldina

Projeto foi elaborado por formandos do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Fupac/Unipac e trabalhado com alunos do Colégio Imaculada Conceição.

A conscientização sobre a sustentabilidade e outros temas que envolvem a construção de atitudes para preservação do meio ambiente foram trabalhados com os alunos do quinto ano do ensino fundamental do Colégio Imaculada Conceição.  O projeto foi de iniciativa das universitárias Lunara Almeida, Jessica Corrêa, Bruna Aparecida, Gloria Aldiva e Wiliana Rodrigues, formandas do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Unipac de Leopoldina e foi finalizado no dia 03 de junho, em comemoração ao Dia Nacional da Educação Ambiental.
Além dos trabalhos em sala de aula, a visita ao Parque Municipal João Damasceno Portugal (Horto Florestal) foi o ponto alto das atividades. Eles conhecerem a reserva florestal localizada no município de Leopoldina, sede da Polícia do Meio Ambiente, que abriga várias espécies da fauna e flora silvestres da Mata Atlântica e também plantaram mudas de árvores frutíferas como goiaba, acerola, caju, jabuticaba, pitanga, romã e amora. Num clima agradável, eles finalizaram o passeio com um piquenique.

“Nosso objetivo foi despertar nas crianças valores de preservação, conscientização e responsabilidade para com as gerações futuras e a formação de hábitos com relação aos recursos naturais. Tão importante quanto semear flores é semear ideias, é falar sobre a importância de cuidar do meio ambiente e ser sustentável. Assim vamos estar contribuindo para o florescimento de uma ótima causa”, comentou Lunara Almeida, uma das idealizadoras do projeto.

O horto florestal de Leopoldina é uma opção de lazer e descanso para várias famílias que passam um dia relaxante, fazendo piqueniques, admirando a natureza e as diversas espécies de pássaros e animais que surgem da mata. É frequentado por pescadores amadores e desportistas que realizam atividades físicas em volta do lago repleto de peixes como tucunaré, tambacú, tilápia, traíra, bagre, cascudo, entre outros.

Texto de João Gabriel B.  Meneghite
Jornal Leopoldinense
Link: http://leopoldinense.com.br/noticia/11359/arvores-frutiferas-sao-plantadas-no-horto-florestal-de-leopoldina

Faculdade de Leopoldina